_DSC7511

Meet The Future : Barbatarians Team

NewsComments (0)

FOR ENGLISH VERSION SCROLL DOWN

 

O sucesso desenvolvimento de qualquer modalidade desportiva está assente na capacidade de atração e agregação de novos praticantes e equipas. Após alguns anos de crescimento exponencial, sentimos que nos últimos 3 anos a realidade do Beach Rugby em Portugal, entrara numa relativa estagnação. Para isso contribuiu o cansaço e a entrada numa segunda fase da vida adulta (casamentos, filhos) da geração que tinha vivido a última grande fase do Beach Rugby nacional durante os finais dos anos 90 e início dos anos 2000 e um não aparecimento de uma nova vaga de entusiastas.

Felizmente em 2019 começámos a registar o aparecimento de uma nova geração de equipas de Beach Rugby como os Manitos, Lycaons e mais recentemente uma vaga de equipas Sub 16 e Sub 18 poderão no futuro representar uma nova geração de equipas de Beach Rugby.

Estreamos a primeira entrvista da série Meet The Future com a equipa dos Barbatarians.

LOGO_EQUIPA (1)

FBR: Quem são os Barbatarians?

B: Os Barbatarians são uma equipa de beach rugby portuguesa que funciona com um sistema de convites, à semelhança dos famosos Barbarians. A equipa dos Barbatarians já contou com jogadores de Agronomia, Belenenses, Cascais e Técnico, e acrescenterá, no verão de 2020, atletas do CDUL, Direito e Santarém.

 

FBR : Como surgiu a ideia de criarem uma equipa de beach rugby?

B: A ideia de formar esta equipa surgiu em 2018. Todos os anos se realizava o torneio de beach rugby da Ericeira, mas os principais clubes da Lisboa decidiram não se inscrever. Os Barbatarians surgiram da vontade de um grupo de amigos, de vários clubes, se juntar, não só para poder jogar, mas também para ter um dia divertido e descontraído.

 

FBR: Que opinião têm sobre o beach rugby?

B: O beach rugby é uma vertente do rugby tão exigente, quanto divertida. Está associada ao beach rugby uma enorme exigência física, quer pela ausência de formações estáticas e formações espontâneas e consequente aumento da velocidade do jogo, quer pelo desgaste que causa correr na areia. Por outro lado, sabemos que jogamos num ambiente mais descontraído, sem a pressão habitual de um jogo de XV. Podemos arriscar mais e experimentar coisas diferentes. No fim disto tudo ainda temos direito a um mergulho e a uma 3ª parte fabulosa.

 

_DSC7511

 

FBR : Já algum dos elementos participou no Figueira Beach Rugby? Qual a vossa opinião sobre o evento?

B: Ainda nenhum de nós participou no Figueira Beach Rugby, pelo que somos uma equipa de estreantes, na sua plenitude. Do nosso ponto de vista, é um evento fascinante! As instalações são muito boas, o ambiente parece ser formidável, as atividades “off-field” contribuem para muita diversão e é uma excelente maneira de reunir a comunidade do rugby nacional e internacional.

 

FBR : Quais as aspirações dos Barbatarians para o futuro?

B: A curto-prazo, queremos participar nos principais torneios de beach rugby em
Portugal e ter uma experiência num torneio internacional. A médio-longo prazo, gostávamos de nos tornar uma referência do beach rugby nacional, com digressões internacionais e equipas em vários escalões, organizar o nosso próprio torneio de beach rugby e até fazermos a expansão do nosso clube para alguns torneios de 7s. Deste modo, a passagem pelo Figueira Beach Rugby é essencial, não só por estarmos em contacto com um torneio de grandes dimensões, mas também para podermos perceber como funciona a logística das equipas estrangeiras em digressão e podermos adaptar à nossa realidade.

 

 

_DSC7551

 

FBR : Que mensagem gostariam de deixar a toda a comunidade #BeachRugbyMadness?

B: O Beach Rugby proporciona momentos inesquecíveis. O sabor de uma boa vitória compensa o sabor a areia na boca, depois de uma placagem decisiva, do mesmo modo que o sprint final para o ensaio na bola de jogo, em que já não sentimos as pernas, será recompensado com uma corrida para o mar com um grande grupo de amigos. Não precisam de uma técnica acima da média, nem de ser os mais fortes ou os mais rápidos.
Precisam de muita vontade e empenho até ao fim de cada jogo e a diversão está garantida. Juntem um grupo de amigos, criem uma equipa e, quem sabe, até podem ser os próximos vencedores do Figueira Beach Rugby.

Sigam os Barbatarians na sua página de Instagram

 

—————————————————————————————————————————-

 

The successful development of any sport is based on the ability to attract and aggregate new athletes and teams. After some years of exponential growth, we feel that in the last 3 years the reality of Beach Rugby in Portugal, has entered a relative stagnation. This contributed to the tiredness and the entry into a second phase of adult life (weddings, children) of the generation that had lived through the last great phase of the national Beach Rugby during the late 90s and early 2000s and a non-appearance of a new  wave of enthusiasts.

Fortunately in 2019 we started to register the appearance of a new generation of Beach Rugby teams such as Manitos, Lycaons and more recently a wave of Under 16 and Under 18 teams may in the future represent a new generation of Beach Rugby teams.

We debuted the first interview of the Meet The Future series with the Barbatarians team.

 

FBR : Who are the Barbatarians?

B: Barbatarians are a Portuguese Beach Rugby team that works with an invitation system, similar to the famous Barbarians. The Barbatarians’ team already had players from Agronomy, Belenenses, Cascais and Técnico, and will add, in the summer of 2020, players from CDUL, Direito and Santarém.

 

FBR:  How did you come up with the idea of ​​creating a beach rugby team?

B: The idea of ​​forming this team came up in 2018. Every year the Ericeira beach rugby tournament was held, but the main clubs in Lisbon decided not to register. The Barbatarians arose from the desire of a group of friends, from various clubs, to come together, not only to be able to play, but also to have a fun and relaxed day.

 

FBR : What´s your opinion about beach rugby?

B: Beach rugby is a rugby format as demanding as it is fun. Beach rugby is associated with an enormous physical demand, either due to the absence of scrums and rucks and the consequent increase in the speed of the game, or due to the wear and tear that causes running on the sand. On the other hand, we know that we play in a more relaxed environment, without the usual pressure of a XV game. We can take more chances and try different things. At the end of it all, we are still entitled to a dip and a fabulous 3rd part.

 

FBR : Have any of the Barbatarians participated in Figueira Beach Rugby? What is your opinion about the event?

B: None of us have participated in Figueira Beach Rugby yet, so we are a team of rookies, in their fullness. From our point of view, it is a fascinating event! The facilities are very good, the atmosphere seems to be formidable, the “off-field” activities contribute to a lot of fun, and it is an excellent way to bring together the national and international rugby community.

 

FBR : What are the aspirations of the Barbatarians for the future?

B: In the short term, we want to participate in the main beach rugby tournaments in
Portugal and have an experience in an international tournament. In the medium to long term, we would like to become a reference in national beach rugby, with international tours and teams at various levels, organize our own beach rugby tournament and even expand our club to some 7s tournaments. Thus, the passage through Figueira Beach Rugby is essential, not only because we are in contact with a large tournament, but also to be able to understand how the logistics of foreign teams on tour and adapt to our reality.

 

FBR :  What message would you like to send to the entire #BeachRugbyMadness community?

B: Beach Rugby provides unforgettable moments. The taste of a good win outweighs the taste of sand in the mouth, after a decisive tackle, in the same way that the final sprint for the try on the game ball, in which we no longer feel the legs, will be rewarded with a race for the sea ​​with a large group of friends. You don’t need an above-average technique, nor need to be the strongest or the fastest.
You need a lot of desire and commitment until the end of each game and the fun is guaranteed. Get a group of friends together, create a team and, who knows, they might even be the next winners of Figueira Beach Rugby.

 

» News » Meet The Future : Barbatarians Team

, , , , , , , , , , , , April 7, 2020

Leave a Reply